Estudantes retornam às aulas para o segundo semestre

Postado em: 02/08/2022

Solenidade de abertura do semestre aconteceu na Escola Municipal Santa Cecília com a presença do prefeito Vilmar Mariano e assinatura de ordem de convocação de novos professores

Esta terça-feira, 02, foi dia de volta às aulas para cerca de 49 mil estudantes de Aparecida de Goiânia, matriculados em escolas, CMEIs e também nas entidades conveniadas com a Rede Municipal de Educação. A abertura oficial do segundo semestre letivo de 2022 aconteceu pelo período da manhã na Escola Municipal Santa Cecília e no CMEI Deusdete Lêdo, unidades educacionais que ficam no Jardim Bonança.

Na Escola Municipal Santa Cecília, que atende cerca de 900 estudantes do Ensino Fundamental I e II, a solenidade de volta às aulas aconteceu sob clima de muita expectativa. O prefeito Vilmar Mariano, acompanhando o secretário da pasta da Educação, professor Divino Gustavo, compareceu à unidade escolar e aproveitou a ocasião para assinar uma ordem de convocação de 50 novos professores aprovados no último Processo Seletivo Simplificado, realizado em agosto de 2020. “A Educação de Aparecida é uma das referências em Goiás e a convocação desses novos profissionais mostra nossa preocupação em garantir que não faltem aulas para os alunos da rede”, observou o prefeito.

Os agentes da Secretaria Municipal de Trânsito (SMTA) também tomaram parte no evento e realizaram nos perímetros da escola uma blitz educativa, instruindo e conscientizando os alunos acerca dos cuidados e responsabilidades com o trânsito, principalmente neste período de aulas, quando se observa uma alteração significativa no fluxo de pessoas e a intensa movimentação de veículos nas vias da cidade. 

Conforme pontuou o secretário Executivo de Mobilidade Urbana, Sérgio Carvalho, o trabalho já vem sendo realizado ao longo do ano com a participação dos agentes e dos educadores de trânsito da instituição, devendo se estender no período das aulas. “A SMTA já faz esse trabalho nas escolas o ano inteiro e desde anos anteriores. De lá para cá a gente vem percebendo que as crianças têm se tornado cada vez mais conscientes de suas responsabilidades na construção de um trânsito mais humanizado”, explicou.

O secretário de Educação, professor Divino Gustavo, que também passou em visita pelo CMEI Deusdete Lêdo, a fim de ver de perto como estava sendo o primeiro dia de aula para as 154 crianças matriculadas na Educação Infantil, falou de suas expectativas para este segundo semestre, que deve acontecer de forma exclusivamente presencial, e também do papel da Secretaria de Educação de Aparecida na promoção do ensino de qualidade. “Não temos dúvida de que houve prejuízos de aprendizado por conta da pandemia. Nossa responsabilidade daqui pra frente é promover a recomposição do conhecimento, atentando sempre para as nossas diretrizes curriculares”,  arrematou.

Fonte: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Educação de Aparecida retoma aulas presenciais em modelo híbrido

Postado em: 09/08/2021

Com todos os protocolos contra o coronavírus sendo seguidos, as unidades escolares voltaram às aulas presenciais a partir desta manhã nas escolas e CMEIs de Aparecida de Goiânia

As 115 unidades escolares de Aparecida de Goiânia retornaram às aulas presenciais nesta segunda-feira, 9, com a liberação para 30% dos alunos matriculados. Para o secretário da pasta, professor Divino Gustavo, a retomada das aulas presenciais é um desafio para toda a Rede Municipal de Educação, mas essencial para o desenvolvimento e aprendizado dos alunos. “Todo o retorno foi pensando para que profissionais e alunos tenham segurança, por isso os protocolos estão sendo respeitados”, comentou.

Na Escola Municipal Luiz da Paixão Viana, que fica no Setor Residencial Village Garavelo, o retorno às aulas nesta primeira semana contemplará os alunos com baixa conectividade com internet, alunos com alguma necessidade especial ou com dificuldades de aprendizagem. “Entendemos as dificuldades dos alunos para o aprendizado, por isso ficamos felizes com o retorno, sendo feito de forma segura para todos”, comentou a diretora Neyle Chistiane Soares Lino.

O diretor Alex Ramos do CMEI Azélia de Oliveira, também no Residencial Village Garavelo, o retorno em sua unidade de ensino será feita de forma gradual, com os pais sendo informados com antecedência da data em que seus filhos poderão ir presencialmente às aulas. “Nosso planejamento está focado em atender 32 crianças por dia, sendo dos agrupamentos IV e V”, destacou.

Para retornar com as aulas em formato de rodízio, as unidades precisaram se adaptar aos protocolos estabelecidos pelo Comitê de Prevenção à covid-19 de Aparecida de Goiânia, o que inclui, entre outras coisas, o uso de máscaras, dispenser de álcool em gel, termômetros para aferição da temperatura de todos os que entram no ambiente, além da demarcação de distância média das carteiras e mesas nas salas de aula, bem como em espaços de uso coletivo.

No planejamento pedagógico desta primeira semana de aulas em sistema híbrido estão previstas atividades de acolhida e nivelamento para os alunos, além do uso do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVAP). “Toda volta às aulas traz para os alunos uma ansiedade para rever os colegas de sala. E neste ano temos o sentimento de novidade, pois, muitos de nossos alunos é a primeira vez que assistem a uma aula de forma presencial.” concluiu o secretário.

Fonte: Juliana Fulquim

Aulas na Rede Municipal de Aparecida iniciaram no módulo AVAP

Postado em: 05/08/2021

As aulas para o Ensino Fundamental e para a Educação Infantil nas escolas e CMEIs de Aparecida de Goiânia foram iniciadas na terça-feira desta semana, 03, inaugurando o segundo semestre letivo de 2021. Durante esta primeira semana pedagógica, as aulas estão acontecendo de forma remota, por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVAP), disponível na plataforma Gemul no endereço eletrônico www.gemul-aparecida.com.br/avap

Para ter acesso às atividades no AVAP, é necessário inserir um login, que é o número da matrícula do aluno no sistema, um código obtido junto à secretaria da unidade escolar e a senha, que é a data de nascimento do estudante.

Ao entrar na plataforma, o estudante tem acesso às atividades por meio de uma interface intuitiva e de fácil manuseio. Há ícones específicos para cada passo a ser dado dentro do site e as tarefas aparecem fixadas por meio de listas e lembretes. O aluno acessa também o espaço de recados e lembretes, por meio dos quais os professores tiram dúvidas e informam as datas das atividades pedagógicas.

Além das atividades disponibilizadas na página inicial para cada semana pedagógica, a plataforma relaciona as postagens de acordo com os meses do ano. Isso facilita para que o aluno que, por alguma razão não tenha conseguido realizar as atividades dentro do prazo estabelecido, possa desenvolvê-la em outra ocasião. Ao selecionar o mês letivo, o estudante terá a relação completa das atividades do período, podendo identificar as tarefas ainda não executadas. 

No AVAP, os professores poderão oferecer ao estudante atividades em forma de questionários com questões objetivas e discursivas para serem respondidas na própria plataforma. Outro tipo de tarefa comum são as atividades postadas em forma de arquivos de PDF, que o  aluno deverá baixar, responder e depois anexar em forma de tarefa feita na plataforma. Feito isso, é só o aluno aguardar a devolutiva por parte do professor.

Fonte: Gedeon Campos

Educação de Aparecida inicia segundo semestre com Aulas Não Presenciais

Rede Municipal de Ensino retorna pela internet até que órgãos estadual e municipal de Saúde autorizem o retorno presencial das atividades com segurança para todos da comunidade escolar

Nesta segunda-feira, 03, começa o segundo semestre para os 48 mil alunos matriculados em escolas municipais, cmeis e entidades conveniadas com a Secretaria de Educação, Cultura e Turismo (Semect), em Aparecida de Goiânia. A volta às aulas, porém, acontecerá seguindo os mesmos critérios estabelecidos pelo Regime Especial de Aulas Não Presenciais (REANP), adotado ainda no começo de abril como uma das medidas para conter os avanços da pandemia pelo coronavírus no estado e principalmente em Aparecida de Goiânia.

Na conclusão do primeiro semestre, a Semect criou uma comissão para avaliar e estabelecer critérios para um possível retorno ao regime de aulas presenciais, documento já criado que será divulgado à sociedade somente quando os órgãos estadual e municipal de Saúde autorizarem o regresso às salas de aula. Neste mês de agosto, a Educação Municipal obedecerá a Resolução que o Conselho Estadual de Educação de Goiás (CEE-GO) editou no último dia 28, cujo texto determina a continuidade das aulas remotas para instituições de ensino público e privada que, à princípio, deve seguir até o final deste mês.

Neste sentido, o titular da pasta, professor Wanderlan Luiz Renovato, em sua mensagem de bom retorno ao semestre, justificou que a preservação da saúde dos alunos e dos servidores da Semect é prioridade e que, por isso, a Secretaria de Educação decidiu acompanhar a Nota Técnica do CEE. “Apesar de desejarmos muito que nossa rotina escolar seja retomada, entendemos que, neste momento, a decisão mais segura para toda a comunidade escolar é a manutenção das aulas não presenciais, evitando, com isso, a circulação de nossos alunos e diminuindo os riscos de contágio”, ponderou Renovato.

O Regime Especial de Aulas Não Presenciais na Rede Municipal de Ensino de Aparecida foi estabelecido de acordo com a Resolução Normativa nº 004/2020 do Conselho Municipal de Educação, publicada no Diário Oficial Eletrônico do Município em 31 de março do corrente ano. No texto, constam orientações de natureza técnico-pedagógicas para a execução das atividades não presenciais voltadas para a comunidade escolar. 

O modalidade foi uma alternativa encontrada para minimizar os prejuízos causados pelo isolamento social e inclui alunos desde a Educação Infantil (compreendendo crianças dos Agrupamentos de I ao V) ao Ensino Fundamental I e II, que são compostos dos estudantes que estão matriculados de 1º ao 9º ano. O texto também instrui sobre como deve ser feito o atendimento aos alunos que são público alvo da Educação Especial.

De acordo com a Coordenadoria de Ensino e Aprendizagem, assim como foi realizado no primeiro semestre, nesta nova etapa os procedimentos serão mantidos como parte da metodologia. Isso significa que os alunos continuarão recebendo o material pedagógico para estudo por meio de canais de internet, com os professores fornecendo orientações por meio de canais de comunicação como, por exemplo, através de e-mails ou de grupos de WhatsApp. 

Já no caso das famílias que, por alguma razão, não dispuserem de condições de acesso online, os pais irão retirar as atividades diretamente na escola em que a criança estiver matriculada, devendo, para isso, agendar dia e hora, dentro do horário regular de funcionamento das unidades escolares, para a retirada do material.

A novidade para esta nova etapa é que, com vista a dinamizar e nortear a prática docente, a Semect elaborou um rol de atividades que serão disponibilizadas aos professores em espaços virtuais específicos. O material de suporte contempla as disciplinas do currículo e foi construído com base no Documento Curricular para Goiás, que é o DC-GO Ampliado. 

“O recurso pedagógico foi produzido para atender demandas que partiram dos próprios professores que, ao avaliarem a execução do REANP no final do primeiro semestre, concluíram ser importante ter um material produzido pela Secretaria de Educação que pudesse contribuir com o desenvolvimento das aulas remotas”, justifica a coordenadora de Ensino e Aprendizagem, Aline Caixeta, acrescentando que, para atender à solicitação desses profissionais, a equipe técnica da Semect produziu atividades em formato específico para ser compartilhado pelos professores diretamente nos grupos de WhatsApp de alunos e pais de alunos.  

As aulas começaram nesta semana, mas as atividades referentes ao segundo semestre, na prática, foram iniciadas no último dia 31. Os servidores das unidades educacionais participaram de reuniões virtuais para elaborar o Planejamento Institucional e Educacional. O encontro serviu também para que os grupos gestores pudessem repassar informações para suas respectivas equipes de trabalho e alinhar as ações que serão desenvolvidas a partir de agosto.

Postado em: 03/08/2020

Fonte: Felipe Fulquim / Gedeon Campos

Volta às aulas nas escolas municipais de Aparecida de Goiânia

Iniciou-se nesta segunda, 21 de janeiro, o ano letivo nas unidades educacionais da rede municipal de ensino de Aparecida de Goiânia. O sistema de ensino do município, incluindo Escolas, Emeis e Cmeis, comporta aproximadamente 43 mil alunos. Deste total, apenas os que foram matriculados nos primeiros anos das Escolas Municipais de Educação Integral (Emei) e as crianças novatas matriculadas nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) não começaram o ano letivo hoje, dia 21. Para estes, a previsão é de que as aulas tenham início nesta quarta próxima, dia 23 de janeiro, portanto. Durante este período, a Secretaria de Educação e Cultura conclui a triagem documental das famílias e das crianças que se candidataram a uma vaga nas instituições de ensino que oferecem o atendimento em período integral. O rigor na triagem decorre da necessidade de dar cumprimento à Lei Municipal 3.235 de 15 de dezembro de 2014, que determina que 70% dos alunos das unidades de período integral seja de crianças de famílias que participam do Bolsa Família, programa social do Governo Federal. . “Neste tempo estamos também nos esforçando ao máximo para readequar algumas turmas das nossas escolas para que possam abrigar o maior número possível de crianças dos agrupamentos IV e V com o propósito, assim, de diminuir a demanda que existe no cadastro de reserva”, explica a secretária Valéria Pettersen.

Para este ano letivo de 2019, o calendário da Secretaria Municipal de Educação e Cultura prevê 203 dias letivos, de modo que as unidades de ensino encerrarão suas atividades em 19 de dezembro. E, neste ano, além das disciplinas regulares do currículo escolar, os alunos das escolas do município poderão também participar de atividades ofertadas no contraturno, nas escolas, no Centro Olímpico, nas Praças CEU das Artes, nos Pontos de Cultura, nas Associações Culturais e na Escola Municipal de Artes. De acordo com a Secretaria, cerca de nove mil alunos deverão ser contemplados com aulas de acompanhamento pedagógico, práticas esportivas, estudos de língua estrangeira moderna, música, artes cênicas e artes visuais.

Outra novidade anunciada para 2019, que também acontecerá no contraturno, é a inclusão do ensino de robótica no currículo envolvendo, neste primeiro momento, 22 escolas do município. A robótica foi introduzida na rede no segundo semestre de 2018 com o apoio do SESI-Aparecida, que montou um projeto piloto na escola municipal Francisco Rafael Campos, no Conjunto Planície. Mesmo em curto período de tempo, os resultados obtidos foram satisfatórios a ponto de motivar o prefeito Gustavo Mendanha e a secretária Valéria Pettersen a se comprometerem com a implantação da disciplina em todas as escolas da rede e em todos os níveis de ensino. Para isso, serão investidos recursos na ordem de aproximadamente quatro milhões de reais, destinados ao aparelhamento das unidades de ensino, à implantação de internet de 10 megabytes, à compra de equipamentos e laboratórios, incluindo ainda a formação dos profissionais de ensino.

Comunicado sobre a volta às aulas nas escolas da rede municipal

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) de Aparecida de Goiânia vem a público informar que as aulas nas unidades de ensino da rede municipal, que envolve Escolas, Emeis e Cmeis, serão iniciadas normalmente nesta segunda-feira, dia 21 de janeiro. Somente as aulas para os alunos matriculados nos primeiros anos das Escolas Municipais de Educação Integral (EMEIs) e para as crianças novatas, matriculadas nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), a data foi prorrogada para o dia 23 de janeiro, quarta-feira. A este respeito, a SEMEC justifica que a alteração na data para tais séries em específico foi inevitável, fato que se justiça pela necessidade de tempo hábil para fazer análise mais minuciosa da parte documental de alunos, pais e responsáveis envolvidos no processo de matrícula deste ano letivo de 2019.

Escolas do município se preparam para a volta às aulas

 

Durante esta semana, enquanto os pais fazem a confirmação da matrícula dos filhos nas escolas e na Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Aparecida de Goiânia, nas unidades de ensino do município, os professores se reúnem para estudos e planejamento. Os profissionais retornaram para seus respectivos postos de trabalho desde quarta (16/01) e seguem até hoje, sexta (18/01), reunidos para discutir pautas internas de funcionamento da unidade, para estudos e adequação do Plano Pedagógico da instituição, além de se dedicarem também à parte ornamental das salas de aula e demais ambientes.

(mais…)

Rua Gervásio Pinheiro, APM Residencial Solar Central Park
CEP: 74.968-500
Horário de Funcionamento:
08h as 11h30 - 13h as 17h30
Telefone: (62) 3545-5800 / 3545-5801

educacao@aparecida.go.gov.br
Telefone: (62) 3545-5949

Rua 04 com Rua 05, Qd. JA, Área Pública S/N, Setor Araguaia, CEP: 74981-040

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU EMAIL