Vilmar Mariano entrega reforma da Escola Municipal Menino Jesus

Postado em: 16/04/2024

Unidade escolar que atende 465 alunos recebeu investimos de cerca de 2 milhões de reais em serviços de reforma e manutenção predial

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia entregou na última segunda-feira, 15, mais uma obra concluída do Programa Cuidar de Nossa Escola é Dever de Todos. A solenidade de entrega da Escola Municipal Menino Jesus, que fica no bairro Ibirapuera e atende 465 crianças da 1ª fase do Ensino Fundamental, aconteceu no período da tarde, às 16h, na presença de populares e contou com a presença do prefeito Vilmar Mariano e da secretária de Educação, professora Idelma Oliveira, além de autoridades políticas e lideranças do município e da região.

Os serviços de reforma da unidade escolar, que tem quase 1,5 mil metros de área edificada, custaram aos cofres da Prefeitura algo perto de dois milhões de reais. Incluíram a implantação de um novo telhado nos pavilhões das salas de aula e da parte administrativa e a revisão completa dos sistemas elétrico e hidrossanitário. Além disso, foi feita a substituição de itens antigos ou danificados, a exemplo de esquadrias, vidros, vasos sanitários, pias, torneiras, tomadas, interruptores e lâmpadas. 

A escola recebeu diversos outros serviços que melhoram as condições prediais e oferecem maior conforto e segurança aos estudantes e servidores. Para favorecer o escoamento e evitar alagamentos no ambiente escolar, o sistema de captação e de contenção das águas das chuvas, que inclui calhas, tubulações e caixas de passagem, foi completamente reestruturado e redimensionado. O prédio recebeu, entre outros benefícios, uma nova pintura, adequações para a acessibilidade e teve sua parte externa completamente revitalizada.

Para  o prefeito Vilmar Mariano (foto abaixo), a entrega da escola Menino Jesus representa um passo importante na qualidade do ensino, porque dá condições para que os estudantes se sintam bem acolhidos no espaço educacional. “Temos levado o serviço de reforma a todas as escolas e Cmeis de Aparecida visando melhorar a estrutura destas unidades, que acabam sofrendo com a ação do tempo. Tudo isso pensando no bem-estar dos alunos e dos profissionais que atuam nas unidades”, pontuou.

Ver Post

Na esteira do prefeito, a secretária de Educação, professora Idelma Oliveira, também sublinhou a importância do ambiente para o desenvolvimento do processo pedagógico. “Quando a criança se sente bem, se sente segura e gosta do espaço da escola, ela faz questão de não matar aula e se vê mais interessada em realizar as atividades propostas”, observou a secretária.

Daniela Ângela, que é diretora da unidade escolar, tem opinião semelhante e acredita que as melhorias das condições da escola podem refletir mesmo na melhoria do aprendizado das crianças. “A criança precisa se sentir acolhida e gostar de estar no espaço escolar. A reforma criou esse ambiente mais agradável para nossos estudantes”, enfatizou a gestora. 

Mirlane Sampaio, 28, que é mãe do aluno Phyetro, uma criança que está matriculada no 2º ano do Ensino Fundamental, participou da solenidade de inauguração da reforma e comentou que os serviços deram uma nova cara para a escola. “A gente fica feliz com a entrega dessa reforma e, com certeza, é um ganho para toda a comunidade e principalmente para os alunos”, avaliou.

Presente na solenidade, o vereador Erivelton Contador (UB) comentou sobre a importância das reformas dos prédios escolares. “A população do Parque Ibirapuera merece este benefício. Logo, teremos o início da reforma de outras escolas e, com isso, teremos uma educação com ainda mais qualidade”, concluiu.

Além dos citados na matéria, a solenidade contou com a presença dos vereadores Amendoim (UB) e Leandro da Pamonharia (PL). Fizeram-se presentes também os secretários municipais de Transparência, Fiscalização e Controle, Bruna Lomazzi, de Esporte, Lazer e Juventude, Marcelo Augusto, e de Assistência Social, a primeira dama Sulnara Santana.

Por: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Escola de Aparecida de Goiânia é finalista do Prêmio Educador Transformador

Postado em:15/04/2024

Escola Municipal Terra Prometida venceu as etapas estadual e regional e agora representa a região Centro-Oeste no cenário nacional da competição

O projeto “Meliponário na Escola: Protegendo as Polinizadoras e o Meio Ambiente”, que vem sendo desenvolvido pela Escola Municipal Terra Prometida desde o ano de 2023, está entre os finalistas da etapa nacional do Prêmio Educador Transformador. Promovido pelo SEBRAE em parceria com o Instituto Significare e com a Bett Brasil, maior evento do segmento educação e tecnologia da América Latina, o concurso está em sua segunda edição e deverá premiar os melhores projetos pedagógicos de sete categorias diferentes realizados por escolas públicas e particulares de todo o país.

O Prêmio Educador Transformador recebeu este ano inscrições de cerca de 3,5 mil projetos executados entre os anos de 2021 e 2023. A disputa é realizada em três etapas: estadual, regional e Nacional. Dos projetos inscritos em Goiás, duas escolas da Rede Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia foram classificadas na etapa estadual. A Escola Municipal Joana Angélica Rissaris Paganin, localizada no setor Santa Luzia, classificou-se na terceira posição na categoria Educação Infantil com o seu projeto “Colo com Leitura: a importância da família no mundo encantado dos livros”.

Mas a grande campeã da etapa estadual foi a Escola Municipal Terra Prometida, que fica no Parque Industrial Santo Antônio. A instituição concorreu na categoria primeira fase do Ensino Fundamental com o seu projeto “Meliponário na Escola: Protegendo as Polinizadoras e o Meio Ambiente”. Classificada em primeiro lugar para disputar em âmbito regional, a escola mais uma vez sagrou-se vitoriosa na disputa contra as vencedoras dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Agora, representando a região Centro-Oeste no cenário nacional da competição, a escola aparecidense enfrentará as escolas campeãs das regiões Sul, Sudeste, Norte e Nordeste. “Estamos animadas, porque acreditamos na nossa proposta. Nosso trabalho reúne aspectos pedagógico e social. Além de ser um projeto empreendedor, ele contribui com a conscientização das pessoas quanto à importância das abelhas na manutenção da vida no nosso planeta”, comentou a diretora da instituição escolar, Leomara Aquino (foto abaixo).

Conforme explica a gestora, o projeto Meliponário na Escola foi iniciado em janeiro de 2023 por iniciativa da própria unidade educacional. A ideia teria surgido durante os serviços de reforma realizados na instituição escolar, quando os trabalhadores encontraram, nos escombros de uma edificação que seria demolida, duas colmeias de abelha sem ferrão da espécie jataí.

A pedagoga Wanessa Trajano (foto abaixo), que desde 2009 faz parte dos quadros da Secretaria Municipal de Educação (SME) e há nove anos atua como professora da Escola Municipal Terra Prometida, é quem, em nome da instituição educacional, assina o projeto junto ao concurso Educador Transformador. A pedagoga, que leciona para uma turma de segundo ano do Ensino Fundamental no período matutino e, no período vespertino, atua como coordenadora pedagógica, explica de que modo o projeto vem contribuindo com o desenvolvimento educacional das crianças. “Ele está inserido no nosso currículo e integra, por exemplo, as aulas de ciência sobre a relação entre a polinização e a produção de alimentos, contribui com as aulas de produção de texto na disciplina de português, nas aulas de matemática realizando atividades de estatísticas e de elaboração de gráficos”, resume a educadora.

O Prêmio Educador Transformador será entregue aos vencedores de cada categoria durante a realização da Bett Brasil, maior evento educacional da América Latina, que acontecerá em São Paulo no próximo dia 24. Mas, para arrebatar a premiação, a professora Wanessa precisa, antes, convencer uma banca de jurados durante apresentação marcada para acontecer nesta segunda-feira, dia 15, às 14h, por videoconferência.

Na sabatina, a professora pretende expor de que modo o projeto Meliponário na Escola vem contribuindo para a formação educacional dos estudantes e também para a mudança de percepção e de comportamento por parte da comunidade escolar. “Hoje as crianças da escola e as suas famílias encaram as abelhas de forma diferente do que era anteriormente. Compreendem o quanto elas precisam ser preservadas, pois são responsáveis por cerca de 80% da produção de alimentos oriundos da agricultura”, enfatizou.

A secretária de Educação, professora Idelma Oliveira, que já esteve na escola para conferir de perto como o projeto está inserido na vida da comunidade escolar contribuindo com a dinâmica educacional da unidade de ensino, comentou sobre a vitória do projeto nas duas etapas preliminares do prêmio. “Estamos muito felizes ao saber que foi a escola Terra Prometida, que é uma escola da nossa rede de ensino, que ganhou o reconhecimento entre as escolas de quatro estados, incluindo o Distrito Federal, para representar o Centro-Oeste diante das demais regiões do país. Estamos na torcida pelo reconhecimento da importância do projeto também em âmbito nacional, porque além de ser uma proposta pedagógica, é algo que mexe com o comportamento das pessoas e contribui para a manutenção da vida no planeta”, finalizou.

Por: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Imagens: Queiliane Bonfim

Educação de Aparecida inicia formação do Programa AlfaMais Goiás

Postado em: 18/03/2024

Formação visa fortalecer ações voltadas para a alfabetização. AlfaMais será realizado com a contribuição de cerca de 800 profissionais de escolas públicas e rede conveniada

Nesta sexta-feira,15, foi dada a largada para a formação do AlfaMais Goiás 2024 em Aparecida de Goiânia. O encontro de abertura aconteceu  ao longo do dia no Anfiteatro Municipal Cantor Leandro, setor Village Garavelo, com a presença das equipes gestoras das escolas públicas e conveniadas e dos professores que atuam na pré-escola (Agrupamentos IV e V da Educação Infantil) e 1° e 2° ano do Ensino Fundamental. A secretária de Educação, professora Idelma Oliveira, fez questão de comparecer para conferir a abertura dos trabalhos no período da tarde.

O Programa AlfaMais Goiás é uma parceria da Prefeitura de Aparecida com a Secretaria de Estado da Educação de Goiás e, desde sua implantação na rede em 2021, vem apresentando resultados significativos na formação das crianças em idades de alfabetização. Durante sua fala na recepção dos participantes, a superintendente de Ensino da Secretaria Municipal de Educação (SME), professora Mônica Pereira do Nascimento, enalteceu o empenho dos professores e das equipes gestoras na produção de bons resultados elevando os índices de alfabetização. “O AlfaMais visa fortalecer o ciclo da alfabetização e em Aparecida, durante este ano de 2024, está envolvendo escolas públicas e conveniadas”, enfatizou.

Os encontros formativos acontecerão de forma presencial ao longo de todo o ano de 2024 no campus da Universidade Estadual de Goiás (UEG), que fica no Setor Itatiaia, e com encontros virtuais, que serão realizados aos sábados. Além da formação de professores, o programa AlfaMais dispõe de material didático específico para o seu desenvolvimento nas unidades educacionais e de avaliações diagnósticas para verificar como a criança está desenvolvendo as habilidades nos âmbitos da escrita e da leitura.

Em Aparecida de Goiânia, o Programa AlfaMais Goiás será realizado com a participação direta de cerca de 800 profissionais. Desses, 350 estão lotados na Educação Infantil, que funciona nas Escolas Municipais, nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), nos Centros de Educação Infantil (Ceis), que são entidades filantrópicas que mantêm convênio com a Prefeitura, e pelas escolas particulares que também atendem em parceria com o Município.

Já os outros 450 profissionais fazem parte do grupo que atua nas séries de entrada do Ensino Fundamental. “Na pré-escola, há uma ênfase no trabalho com a cultura escrita, considerando os eixos norteadores da prática pedagógica na Educação Infantil que são as interações e as brincadeiras. No Ensino Fundamental, por sua vez, além de se considerar o lúdico e as interações nas práticas de alfabetização e letramento, a ênfase está no processo de apropriação do Sistema de Escrita Alfabética e suas especificidades.”, finalizou a Articuladora Municipal do Programa, Aline Caixeta.

Por: Gedeon Campos

Rua Gervásio Pinheiro, APM Residencial Solar Central Park
CEP: 74.968-500
Horário de Funcionamento:
08h as 11h30 - 13h as 17h30
Telefone: (62) 3545-5800 / 3545-5801

educacao@aparecida.go.gov.br
Telefone: (62) 3545-5949

Rua 04 com Rua 05, Qd. JA, Área Pública S/N, Setor Araguaia, CEP: 74981-040

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU EMAIL