Educação e SAMU realizam palestra sobre primeiros socorros

Postado em: 04/05/2022

A ação teve como foco orientar equipes gestoras sobre como atuar em eventuais de acidentes no ambiente escolar 

Preocupada em garantir a integridade física dos estudantes e servidores e em prevenir maiores riscos em eventuais casos de acidente no ambiente escolar, a Secretaria Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia (SME) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) promoveram nesta terça-feira, 03, um dia de formação com o tema Prevenção em Primeiros Socorros. O evento foi direcionado às equipes diretivas das 123 unidades escolares que compõem a rede de ensino aparecidense. 

A formação aconteceu no auditório do AparecidaPrev, que fica localizado no Setor Célia Maria, lado leste do município. Na ocasião, os participantes foram instruídos sobre como proceder em casos de acidentes. Receberam também orientações acerca dos encaminhamentos necessários de acordo com cada caso. Além disso, foram advertidos quanto aos riscos decorrentes de comportamentos corriqueiros de pessoas que, via de regra, costumam minimizar a gravidade de uma lesão.   

A palestra foi uma iniciativa da Subcoordenadoria de Apoio ao Servidor, órgão vinculado ao setor de Recursos Humanos da SME. Responsável pela ação, Sarah Cecília Alves Ferreira justifica que a formação reflete a preocupação da rede em atender a Lei Federal 13.722/2018 (Lei Lucas), que determina a capacitação em práticas de auxílio imediato e emergencial como uma medida preventiva para diminuir riscos de fatalidades em casos de acidente. “Diante dos recentes acontecimentos divulgados pela mídia, de acidentes envolvendo alunos em momentos recreação ou em atividades diversas, a SME entendeu ser necessário adotar uma medida preventiva, capacitando as escolas com orientações sobre os primeiros socorros”, argumentou. 

Conforme apontou a enfermeira Danielly Silvério Bitencourt e Castro, diretora geral do SAMU em Aparecida de Goiânia, a maioria dos acidentes que acontecem com crianças ocorre no ambiente doméstico e no ambiente escolar. Segundo adverte, grande parte dos acidentes são preveníveis, o que acentua ainda mais a importância dos servidores saberem atuar tanto na prevenção, quanto na ação diante de eventuais casos. “Acreditamos que saber como proceder diante de um acidente de baixa, média ou alta complexidade e qual encaminhamento é necessário pode fazer a diferença na garantia da preservação da integridade física da pessoa envolvida”, assegurou. 

Diretor da Escola Municipal Pontal Sul, o professor Luiz Fábio Barreto Silva enalteceu a importância da formação e comentou que pretende replicar as informações nos momentos de planejamento pedagógico, a fim de alcançar todos os servidores que compõem sua equipe escolar. “Na escola, assim como em qualquer outro local, ocorrem acidentes e demais casos de saúde, o que torna essa formação ainda mais relevante é a oportunidade de salvar vidas com as informações aqui adquiridas”, arrematou o gestor.

Fontes: Gedeon e Juliana Fulquim

Educadores da Aparecida concluem curso realizado pela SME e Unicamp

Postado em: 25/11/2021

Na última quarta-feira, 24, foi o encerramento do curso “Educação Especial e Inclusiva: História, Políticas e Problemas Contemporâneos”. Realizado de agosto a novembro pelo Centro de Formação dos Profissionais da Educação de Aparecida de Goiânia (CEFPE/SME) em parceria com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o curso aconteceu em 13 encontros virtuais com a participação de gestores, coordenadores pedagógicos, professores, além dos profissionais do quadro de Apoio Educacional Especializado (AEE). 

Dividido em dois módulos e com duração de 60 horas, o curso teve como objetivo promover a reflexão histórico-crítica sobre os processos de exclusão e de inclusão social e escolar das pessoas em situação de deficiência. “Os encontros tiveram como alvo oferecer subsídios para fortalecer o acompanhamento, o direcionamento e a execução do trabalho de Inclusão Escolar realizado pelos profissionais da educação da rede pública do município de Aparecida de Goiânia”, explicou a diretora do CEFPE, professora Maria Lúcia Pacheco Duarte.

Realizados sempre às quartas-feiras, entre 14h e 16h, os encontros foram coordenados pelo prof. Dr. Régis Henrique dos Reis Silva, professor do Departamento de Filosofia e História da Educação da Unicamp, contando com a colaboração da professora mestre Ivone Rodrigues dos Santos, coordenadora do Centro de Formação. “Os debates irão contribuir para o desempenho dos nossos profissionais e para gerar novos conhecimentos, já que cada profissional poderá socializar e promover momentos de estudos e reflexão com os demais parceiros em suas respectivas unidades de ensino”, pontuou a coordenadora.  

Presente no encerramento da formação, a professora Idelma Oliveira, superintendente de Ensino da SME, comentou sobre a relevância de ver consolidada a parceria da Educação de Aparecida com a Unicamp. “A rede municipal fica lisonjeada, porque entende que, ao longo dos encontros realizados, as discussões foram da mais elevada importância, não só para ampliar o nosso entendimento sobre o conceito de inclusão, como também para nos oferecer direcionamentos em relação à prática didática”, concluiu.

Fonte: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Prefeitura certifica participantes de curso para Gestores Escolares

Concluíram o curso 217 servidores que estão habilitados para participar do processo de eleição para gestores, que acontecerá em novembro deste ano

Os servidores que participaram do curso de Gestão Escolar promovido pelo Centro de Formação dos Profissionais da Educação de Aparecida de Goiânia (CEFPE/SME) receberam os certificados de conclusão nesta segunda-feira, 23. A solenidade, que foi realizada em dois turnos, aconteceu às 9h e 11h na Escola Municipal de Educação Integral (EMEI) Vinovita Guimarães, Setor Agenor Modesto. A cerimônia foi prestigiada pelo prefeito Gustavo Mendanha e pelo titular da pasta da Educação, professor Divino Gustavo.

A abertura do evento foi feita pela Banda Sinfônica do Município, sob a regência do maestro Francinaldo Rodrigues. Durante a solenidade, o prefeito Gustavo Mendanha falou dos desafios para promover a educação de qualidade, sobretudo em tempos de pandemia, e destacou a relevância do curso para os gestores que irão administrar as unidades educacionais no biênio 2022/2023. “A formação é uma das prerrogativas para quem quer participar da eleição escolar. O curso reafirma nosso compromisso com o processo democrático e mostra nossa preocupação em ter à frente das nossas escolas e CMEIs profissionais qualificados para prestar sempre o melhor serviço à comunidade”, pontuou. 

O secretário da pasta de  Educação, professor  Divino Gustavo disse, por sua vez, que a capacitação dos servidores irá contribuir no processo de gestão educacional no ambiente escolar e também na elevação da qualidade de ensino. “Uma gestão democrática que estimule a participação coletiva e que fortaleça a relação família e escola é fundamental para que bons resultados sejam alcançados”, destacou o secretário.

O curso de Formação em Gestão Escolar foi organizado em cinco eixos temáticos e abordou políticas educacionais, gestão escolar, organização do trabalho pedagógico e financiamento da educação. Realizado em 12 encontros que aconteceram por meio de plataformas digitais durante os meses de maio e junho, foi ofertado gratuitamente aos interessados em participar da eleição para escolha dos novos gestores das unidades educacionais do município marcada para o dia 30 de novembro deste ano e recebeu mais de 400 inscritos. 

Os encontros foram ministrados por profissionais que trabalham na equipe técnica da SME e por professores convidados que debateram questões como Liderança, Relação Interpessoal, Ensino Híbrido e Educação Especial. A abertura contou com a participação da Dra. Mirza Seabra (UEG), que proferiu palestra sobre a “Gestão Democrática e a Escola Pública”. 

A professora Rosiane Oliveira da Silva Gebran atualmente é gestora da Escola Municipal Francisco Assis Nunes, Setor Madre Germana, e participou do curso para concorrer à reeleição. “O curso, além de nos ensinar sobre o que é a escola na sua parte pedagógica e burocrática, nos ensina a fazer uma gestão realmente democrática, que é uma gestão onde há liberdade, mas com responsabilidade”, afirmou.

Dhaly Alves Carvalho, professor da EMEI Retiro do Bosque, foi um dos cursistas e destacou que participar da formação promovida pelo CEFPE acrescentou bastante no seu modo de ver a dinâmica da instituição educacional. “O curso foi muito produtivo, porque envolvido no dia a dia só com a parte pedagógica relacionada às crianças, às vezes a gente não tem a dimensão de como as coisas acontecem fora da sala de aula. O curso amplia nossa visão sobre como a escola deve ser administrada, envolvendo também a comunidade e a gestão dos recursos”, pontuou o cursista.

A solenidade foi prestigiada também pelo vice-prefeito Vilmar Mariano, pelos vereadores Orlanes Maranhão, Marcos Miranda, Diony Nery, Getúlio Andrade e pelos secretários municipais Willian Panda, Divino do Ajax, Max Menezes e Roberto Cândido.

Fonte:  Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Educação de Aparecida promove palestra sobre Gestão democrática na Escola Pública

Publicado em:10/05/2021

Membros do legislativo e executivo de Aparecida participaram do evento e enalteceram a formação para os futuros gestores a serem eleitos em novembro deste an

A Secretaria Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia (SME) realizou na tarde de ontem, quinta-feira, 06, com início às 14h, a abertura solene do curso de Formação para Gestor Escolar. O evento, no qual foi destaque a palestra da professora Dra. Mirza Seabra Toschi (UEG/UFG), tratou do tema “Gestão democrática e Escola Pública” e contou com a participação do prefeito Gustavo Mendanha, do deputado federal Professor Alcides Ribeiro, do presidente da Câmara de Vereadores André Fortaleza e do pastor Marcos Miranda, que integra a Comissão de Educação no parlamento municipal. 

O encontro, com quase três horas de duração, foi destinado em especial aos profissionais interessados em participar do processo democrático que, em novembro deste ano, irá escolher os novos integrantes para formar as equipes de gestores das escolas, EMEIs e CMEIs de Aparecida do próximo biênio (2022/2023). A abertura oficial do curso de formação está prevista para acontecer entre os meses de maio e junho, vai debater em 12 encontros, assuntos relacionados aos processos educativos e administrativos das unidades escolares.  

O curso será ministrado nos períodos matutino e vespertino e estará aberto a professores e servidores da área administrativa cujos currículos preencham os requisitos para o cargo, estabelecidos em conformidade com Lei Municipal N° 3.446, que versa sobre o pleito democrático nas escolas da Rede Municipal de  Educação de Aparecida de Goiânia. Na abertura do encontro, a diretora do Centro de Formação, professora Dra. Maria Lúcia Pacheco Duarte dos Santos, mencionou os esforços da administração pública que, por meio da SME, tem dado condições para que os professores da rede possam participar de importantes formações relacionadas à carreira. “A Secretaria de Educação, por meio deste curso para gestores, vem promover o aprofundamento teórico, técnico, político e pedagógico para os servidores”, enfatizou.

Titular da Secretaria Municipal de Educação, o professor Divino Gustavo reafirmou o compromisso da pasta com a gestão democrática das escolas municipais e salientou a importância na formação voltada para os servidores que pretendem entrar no cenário das disputas como candidatos aos cargos de diretor e coordenador geral das unidades educacionais da Rede municipal de Educação de Aparecida de Goiânia (RME). “Um bom gestor é aquele que busca capacitação, busca ouvir as pessoas, resolver conflitos e servir”, destacou.

Membro da Comissão de Educação na Câmara Federal, Professor Alcides Ribeiro, prestigiando o evento solene, reafirmou aos pretensos candidatos a importância da formação para o exercício do mandato à frente das instituições escolares. “Minha participação é para dizer aos futuros gestores que precisamos na educação de uma gestão eficiente. E se vocês, ao assumirem a escola, tiverem seriedade, responsabilidade, determinação e fazerem uma educação de qualidade, podem ter certeza que nós vamos ter um grande avanço”, assegurou. 

Os vereadores André Fortaleza, que preside o Poder Legislativo do município, e o pastor Marcos Miranda, presidente da Comissão de Educação na Câmara Municipal, também deram ênfase ao evento. André Fortaleza, por exemplo, assegurou que a Educação de Aparecida poderá contar com o apoio do parlamento aparecidense nos debates de interesse do segmento. Marcos Miranda, por sua vez, afirmou que a eleição de gestores é uma forma de buscar união entre escola e comunidade e de ter a comunidade mais próxima da administração pública. 

O prefeito Gustavo Mendanha elogiou a iniciativa e reconheceu que o momento de formação representa um ganho significativo para a Educação do município. “Sou um entusiasta. Sei que este momento que estamos vivendo de pandemia é um momento muito complexo, mas nós temos um desafio de, quando retornarmos às aulas presenciais, promover um salto no ensino do nosso município”, comprometeu Mendanha. 

A palestra da professora Mirza Toschi sobre a “Gestão democrática e a Escola Pública” foi transmitida pelo canal YouTube, onde continua disponível na página “Educação de Aparecida”. O curso de Formação para Gestor Escolar será coordenado pelo Centro de Formação dos Profissionais da Educação (CEFPE), que é o braço formativo da Secretaria Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia. O curso será ministrado em 12 encontros virtuais, com turmas nos períodos matutino e vespertino. Os interessados em participar do curso precisam acessar o link https://forms.gle/o45cUe1bBN86ywbE

Fonte: Gedeon Campos

Palestra A Psicologia Escolar como elemento de superação dos traumas da Covid-19

Postado em: 04/05/2021

Acolhimento e humanização foram temas centrais de palestra com doutor em psicologia transmitido pelo canal do Youtube da Secretaria Municipal de Educação de Aparecida

A Secretaria Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia (SME) realizou na última sexta-feira, 30 de abril, às 16h, com transmissão ao vivo pelo seu canal YouTube Educação de Aparecida, a palestra “Contribuições da Psicologia  em tempos de  incerteza”. O palestrante Vinícius Novais Gonçalves de Andrade, psicólogo e coordenador do curso de Psicologia do Centro Universitário Alfredo Nasser (UNIFAN), falou ao público de servidores da educação, aos pais e estudantes da rede municipal, num encontro que foi aberto também à comunidade em geral.

A live contou com as presenças do prefeito Gustavo Mendanha, do titular da pasta de Educação, Professor Divino Gustavo, do promotor de Justiça Reuder Cavalcante Motta, do deputado federal, Professor Alcides Ribeiro, da promotora de Justiça da Comarca de Rio Verde, Renata Macedo, professor, Miguel Rodrigues Ribeiro, e da superintendente de Ensino da SME Aparecida, professor Idelma Oliveira. Parceira institucional do evento, a UNIFAN, que cedeu a infraestrutura de transmissão do evento que também contou com duas intérpretes de Libras da SME para tradução de todas as falas.

Durante sua exposição, o psicólogo Vinícius Novais (foto abaixo) falou de temas como o perfil do profissional em psicologia e de sua atuação no contexto escolar. Falou também dos tempos de incerteza durante o período de pandemia e do trabalho com as crianças dentro do ensino remoto. “Precisamos refletir sobre todos esses pontos para ressignificar nossas experiências e, deste modo, enfrentarmos em conjunto todos os problemas deste momento, para reconhecer e nomear nossas emoções, buscando manter nossa saúde mental a cada dia, o que se aplica na vida e nas relações do ambiente escolar”, destacou.

Expectador da live, o prefeito Gustavo Mendanha expôs sua preocupação com os efeitos psicológicos que as crianças, famílias e profissionais da educação do município têm sofrido e agradeceu o empenho de todos os profissionais que trabalham na Educação do município. “Quero reafirmar nosso compromisso de manter um olhar humanizado e focado em fazer o melhor para nossa Educação”, disse. 

O secretário professor Divino Gustavo agradeceu ao palestrante e aos participantes da live. “Em nome da nossa comunidade escolar gostaria de agradecer pelas palavras de acolhimento e aconchego nesta palestra”. Membro do Ministério Público de Goiás da Comarca de Aparecida de Goiânia, o promotor de Justiça, Reuder Cavalcante Motta, enalteceu o evento e lembrou que a iniciativa está em consonância com a Lei 13.935/2019, que institui a psicologia escolar nas unidades de ensino. “Nossos professores são heróis da vida dos nossos filhos. Uma das categorias que mais trabalharam e que, mesmo diante das dificuldades, se adaptaram, mostrando mais uma vez que é uma classe com a qual podemos contar sempre”, finalizou o magistrado.

O evento está disponível para visualização no canal do Youtube da SME Aparecida no link: https://www.youtube.com/watch?v=KEyM8_PzU7M

Fonte: Felipe Fulquim / Gedeon Campos.

Educação realiza semana de reuniões administrativas e pedagógicas

Postado em: 12/04/2021

 Encontros online serão voltados para a formação dos servidores e para debater a estrutura da rede

A agenda da Secretaria Municipal de Educação de Aparecida (SME) será movimentada nesta semana com a realização de encontros virtuais para debater a estrutura da rede e para realizar a formação com os profissionais que atuam na Rede Municipal de Educação (RME).

Hoje, segunda-feira, 12, a partir das 14h, a Secretaria de Educação realizará uma reunião virtual com o objetivo de discutir sobre as Diretrizes Operacionais da rede. O encontro contará com a participação dos membros dos departamentos pedagógico e administrativo da SME e servirá para debater questões pontuais envolvendo o planejamento institucional das escolas, com respeito a normas gerais de funcionalidade e atribuições de servidores de acordo com seus respectivos cargos.

Amanhã, terça-feira, 13, acontecerá o último encontro da Jornada Virtual promovida pelo Centro de Formação dos Profissionais da Educação de Aparecida de Goiânia (CEFPE). Com o tema “Diálogos em Rede: Educação Infantil em Foco”, ao longo de quatro semanas, sempre às terças-feiras e por meio de encontros virtuais, o CEFPE veio promovendo palestras com a participação de profissionais que atuam nas escolas e CMEIs da Rede Municipal de Educação (RME). 

Os encontros têm oportunizado importantes reflexões sobre o atendimento às crianças de zero a seis anos matriculadas em turmas de creche à pré-escola e os debatedores têm sido alvo de elogios por serem promovidos por professores da própria RME, conhecedores da realidade vivida pelos demais colegas de atuação, e por serem profissionais com histórico de dedicação à formação acadêmica. O encontro desta semana que fecha o ciclo de palestras terá entre os debatedores a participação da coordenadora de Ensino e Aprendizagem da SME, Aline Caixeta.

Já quarta-feira, 14, será dia de formação virtual para tratar especificamente da Avaliação Diagnóstica a ser realizada nas unidades educacionais da rede. O encontro será iniciado às 8h30 com a participação restrita aos profissionais que fazem parte do quadro técnico da SME. Para ministrar a formação, a Secretaria de Educação convidou a doutora Jacqueline Bezerra Cunha, que é professora vinculada às redes do estado e também da capital. A palestrante, de acordo com o seu currículo, possui vasta experiência no assunto e esteve à frente de importantes programas relacionados à educação pública. Entre outras contribuições, foi responsável pela implantação e atuou na coordenação e execução do Programa Fundescola no estado de Goiás.

Fonte: Gedeon Campos.

Uma semana marcada pela realização de encontros virtuais de formação

Postado em: 26/03/2021

Nesta última semana do mês de março, a agenda de eventos realizados pela Secretaria Municipal de Educação de Aparecida (SME) foi bastante movimentada. Foram quatro dias de formação que aconteceram de segunda à quinta-feira, com encontros que aconteceram nos períodos matutino, vespertino e também no período noturno, com transmissão pelo canal do YouTube. Nos dias 22 e 24, segunda e quarta-feira, por exemplo, aconteceram os encontros para os coordenadores pedagógicos do Ensino Fundamental e da Educação Infantil, respectivamente. Na terça e na quinta-feira, dias 23 e 25, foram dias de eventos comandados pelo Centro de Formação dos Profissionais da Educação de Aparecida (CEFPE).

Os encontros dos dias 22 e 24, que aconteceram nos dois turnos (manhã e tarde) de cada dia e com pauta dobrada, foram abertos apenas para a participação de coordenadores pedagógicos de escolas e CMEIs em seus respectivos turnos de trabalho. A ocasião serviu para discutir temas relacionados às atribuições do profissional que ocupa o papel de coordenador pedagógico dentro da unidade escolar. A pauta contemplou também questões ligadas à BNCC e à aplicação do Documento Curricular Goiás, o DCGO-Ampliado como pressupostos para a elaboração dos planos de aula. 

Além disso, os coordenadores receberam esclarecimentos quanto às novas regras de preenchimento do GEMUL e quanto ao uso da mais recente ferramenta que foi inserida na plataforma e que já está sendo testada em dez escolas como projeto piloto, o AVAP (Ambiente Virtual de Aprendizagem), em adequação a esta nova realidade vivida pela Educação em Aparecida.

Secretário de Educação, Divino Gustavo, por ocasião da abertura da formação voltada a Educação Infantil

Já as atividades coordenadas pelo Centro de Formação durante a semana foram duas lives. A primeira ocorreu dia 23, terça-feira, nos turnos matutino e vespertino, inaugurando uma série de discussões que acontecerão nas próximas semanas, sempre às terças, com o nome “Diálogos em Rede: Educação Infantil em foco”. O encontro inaugural, que contou com a participação de Anildimares Silva, CMEI Santa Terezinha (Cidade Livre), Clemerson Ramos, CMEI Deusdete Lêdo (Jardim Bonanza)  e Tânia Cristina Borges, CMEI Olaídes Bonifácio (Serra Dourada III), teve como tema as “Contribuições dos estudos sobre a criança e a infância em tempos de distanciamento social”. Norteados pela temática, os palestrantes abordaram, entre outras coisas, as especificidades do trabalho realizado com crianças de zero a três anos.

A segunda pauta desta semana do Centro de Formação foi a realização de mais um encontro da Jornada de Estudos: desafios do trabalho pedagógico no Ensino Fundamental. O evento, que foi aberto em cerimônia oficial no último dia 05 do mês com a participação do professor doutor Ivo Tonet, da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), desta vez contou com palestra proferida pela professora doutora Sandra Limonta, da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (FE/UFG). A professora versou sobre o tema “A BNCC no contexto das reformas educacionais no Brasil – Reflexões sobre conhecimento escolar e currículo”. O encontro virtual, que foi o primeiro da agenda de palestras propostas para a formação, ocorreu na noite de quinta-feira, entre 19 e 20h. Transmitida em tempo real, a palestra foi aberta ao público em geral e já está disponível na página do Centro de Formação dos Profissionais da Educação, no canal YouTube.

Fonte: Gedeon Campos

Saúde realiza formação com os servidores da Educação sobre protocolos sanitários

Curso online teve por objetivo apresentar medidas e ações preventivas a serem executadas em caso de eventual retorno das aulas presenciais

Os servidores da Rede Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia, incluindo gestores, auxiliares de serviços diversos, auxiliares de secretaria e professores lotados nas escolas e CMEIs participaram nesta terça-feira, 09, de formação realizada pela Secretaria Municipal de Educação (SME) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O encontro, que contou com interpretação em Libras realizada por professoras de Inclusão Escolar da SME, foi realizado de forma virtual, com transmissão a partir do laboratório do Centro Universitário Alfredo Nasser, via plataforma YouTube, para o canal da SME e aconteceu em dois momentos do dia, com pauta repetida. Na parte da manhã, entre 8h30 e 10h30 e, na parte da tarde, entre 14 e 16h.

A abertura oficial do encontro, que foi proposto para apresentar aos servidores o protocolo elaborado pela Secretaria de Saúde incluindo as orientações a serem seguidas no retorno das aulas presenciais, que deve acontecer a partir do mês de março, contou com a fala do secretário da pasta de Educação, professor Divino Gustavo, que, na ocasião, enfatizou a importância da formação para o retorno seguro dos alunos nas unidades escolares. “Temos de ser prudentes em relação à retomada das aulas presenciais e, neste sentido, a Secretaria de Educação está obedecendo todas as recomendações da Secretaria de Saúde, seja na aquisição de materiais, seja na orientação de nossos servidores que vêm elaborando um protocolo pedagógico associado aos protocolos sanitários”, adiantou.

Secretário de Educação Divino Gustavo, Idelma Oliveira, superintendente de Ensino da SME, e Aline Caixeta, coordenadora de Ensino e Aprendizagem

As palestrantes do encontro foram a enfermeira Lígia Duarte e a nutricionista Amanda Faria. Ambas atuam na Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida e possuem mestrado e especialização pela Universidade Federal de Goiás (UFG) em Saúde Coletiva e em Análise de Situação de Saúde, respectivamente. Lígia Duarte centrou sua fala no detalhamento de como deverá ser o procedimento para alunos, servidores e para a unidade escolar. Explicou, por exemplo, que as escolas devem, entre outras coisas, atuar no controle da entrada e saída de alunos e servidores, criando fluxo único ou com a alternância de horário, auferir a temperatura, manter o distanciamento mínimo no ambiente escolar, flexibilizar os momentos de alimentação e suspender atividades que envolvam o contato corporal. “Será elaborado um planejamento organizacional individualizado, considerando as particularidades de cada escola que, inclusive, será acompanhada pela Secretaria de Saúde, que irá monitorar o comportamento da Covi-19 na região e na unidade de ensino”, enfatizou.

O encontro foi transmitido em Libras com o apoio de professores de Inclusão Escolar da SME

Amanda Faria, por sua vez, centrou suas palavras nas orientações quanto ao uso dos equipamentos de proteção individual por parte dos servidores e dos cuidados no preparo da alimentação escolar. Falou também de como deve ser realizado o serviço de limpeza e conservação como forma de prevenir a presença do vírus no ambiente escolar. “É importante garantir que os ambientes estejam arejados, com janelas e portas abertas, porque isso dificulta a proliferação do vírus”, salientou.

Durante a formação, as palestrantes falaram da importância de se construir uma proposta de retorno considerando as características de cada unidade escolar. E foi pensando na necessidade de elaborar um planejamento individualizado que a SME realizou no último dia 28 de janeiro uma reunião com os gestores das escolas e CMEIs solicitando informações acerca da realidade de cada unidade escolar, envolvendo espaço físico, quadro de servidores e público de alunos. “Os dados serão utilizados para elaborar diferentes cenários de retorno às aulas presenciais, levando em conta a realidade particular de cada unidade de ensino que, por sua vez, será acompanhada tanto pela equipe técnica da SME, quanto pela Secretaria de Saúde”, frisou Fernanda Laura, que preside a Comissão de Abertura das Escolas e Retorno às Aulas Presenciais.

Educação Municipal realiza formação para os servidores da rede

As aulas na rede municipal de ensino de Aparecida começam na próxima segunda-feira, 27 de janeiro. Nesta semana, entretanto, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Turismo (Semect) realizará dois dias de formação voltados para todos os servidores das escolas. Os encontros acontecerão em 22 e 23, quarta e quinta-feira, com previsão de reunir aproximadamente cinco mil servidores, distribuídos por suas respectivas funções. O objetivo do evento é a organização do trabalho pedagógico com o alinhamento das ações a serem executadas durante todo o ano escolar.

A solenidade de abertura da formação será no Centro de Cultura e Lazer José Barroso no dia 22, às 7h30, e contará com a presença da secretária da pasta da Educação, Valéria Pettersen. Na ocasião, uma mesa redonda será formada para debater temas como Gestão Escolar, Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação Especial Inclusiva, abordagens que serão feitas pelos respectivos profissionais: Drª Marcilene Pelegrine Gomes (UFG); Drª Rosane Cândida de Almeida (CME/Goiânia); Drª Eliane Gonçalves Costa Anderi (UEG); e Dr. Gilson Carlos Batista, médico especialista em neuropsiquiatria que atua no Ambulatório Médico de Aparecida de Goiânia (AMAG).

O segundo dia de formação, 23, terá o formato de minicursos e oficinas que acontecerão simultaneamente nos polos da UEG e do IFG em Aparecida e também nas EMEI’s Vinovita Guimarães (setor Agenor Modesto) e Retiro do Bosque (setor Retiro do Bosque). Os servidores serão reunidos por eixos temáticos e de acordo com a função em que ocupam.  O eixo Gestão Escolar é voltado para diretores e coordenadores e os encontros acontecerão no período matutino e vespertino no polo da UEG no setor Conde dos Arcos. 

O Eixo Educação Infantil será debatido na Escola Municipal de Educação Integral (EMEI) Vinovita Guimarães, setor Agenor Modesto. Durante o encontro, os profissionais estarão divididos em dois grupos. Um primeiro grupo envolverá professores e agentes educativos que trabalham com crianças de seis meses a três anos. Um segundo, compreenderá professores e agentes educativos que lidam com crianças de quatro a cinco anos.

O Eixo Ensino Fundamental também será debatido por blocos específicos. A primeira fase, envolvendo professores pedagogos que atuam nas séries de 1º ao 5º ano, será debatida no Instituto Federal de Goiás de Aparecida de Goiânia, no Parque Itatiaia. No caso da segunda fase, cujas turmas vão do 6º ao 9º ano, os encontros acontecerão na Escola Municipal de Educação Integral (EMEI) Retiro do Bosque, para professores de Artes e Educação Física, e no polo do Instituto Federal de Goiás, para professores de  Português, Inglês, Espanhol, Geografia, História, Ensino Religioso e Matemática.

A Inclusão Escolar, envolvendo professores de Apoio e Recurso, professores de AEE, Intérpretes e Instrutores, será debatida na EMEI Retiro do Bosque. Merendeiros, Auxiliares de Secretaria, Auxiliares de Serviços Diversos e Bibliotecários, que compõem o grupo dos Servidores Administrativos, participarão de encontros que serão realizados no polo da UEG, no setor Conde dos Arcos.

Fonte: Gedeon Campos

Educação e Justiça: Lei Maria da Penha na Escola encerra com exposição e palestra

Publicado em: 04 dez 2019

Nesta quinta-feira, 5, acontece o último encontro do curso Educação e Justiça: Lei Maria da Penha na Escola, no Fórum de Aparecida de Goiânia. O evento terá início às 8h com encerramento previsto para as 16h, com entrega de certificados aos participantes. O curso Lei Maria da Penha na Escola é uma promoção do Poder Judiciário do Estado de Goiás (TJGO) com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Turismo de Aparecida de Goiânia (SEMECT). Voltado para o público exclusivo de professores da rede municipal, os encontros aconteceram no cinema do Aparecida Shopping, setor Serra Dourada III, e no Instituto Tecnológico do Estado de Goiás (ITEGO) Luiz Rassi, no setor Buriti Sereno Garden. 

Ministrado em cinco módulos desde agosto deste ano com um encontro por mês, as palestras trataram dos seguintes temas: Lei Maria da Penha e Medidas Protetivas de Urgência; Gênero e Violência contra a Mulher; A Rede de proteção às mulheres; A atuação da Defensoria Pública no combate à violência doméstica contra a mulher; e, por último, Aspectos psicológicos da violência doméstica contra a mulher.

De acordo com a organização do projeto, o encerramento marcado para esta quinta-feira é o resultado das discussões empreendidas no decorrer dos encontros iniciados em 31 de agosto. Na programação do dia, haverá palestras, depoimentos e exposições temáticas. A superintendente pedagógica, Aline Caixeta, ressaltou a importância deste curso na formação de multiplicadores da mensagem da não violência à mulher em Aparecida. 

“O curso contribuiu para que todos, equipes gestoras, equipes docentes, pais e alunos, pudessem pensar o quanto é importante o empoderamento feminino e a compreensão do que significa a Lei Maria da Penha, social e culturalmente. Esse momento de encerramento do curso oportuniza a troca de experiências entre as 94 instituições participantes. Todos os professores multiplicadores terão oportunidade de apresentar aos seus pares de que modo abordaram a temática em suas unidades de ensino”, destacou a superintendente.

Além disso, como o curso foi idealizado com o objetivo de capacitar os professores como multiplicadores para o trabalho em sala de aula com temas polêmicos relacionados à condição das mulheres no contexto da Lei Maria da Penha, a ocasião deverá ser marcada também por relatos de experiência acerca da atuação dos profissionais participantes junto ao público de alunos de suas respectivas unidades educacionais. Na ocasião também haverá a entrega de certificados para os 250 cursistas do projeto.

Serviço:

Data: 05/12 (quinta-feira)

Horário: das 8h às 16h.

Local: Fórum Central de Aparecida de Goiânia (Av. de Furnas, 417, Jardim Rio Grande).

Entrada Franca.

Fonte: Gedeon Campos

Rua Gervásio Pinheiro, APM Residencial Solar Central Park
CEP: 74.968-500
Horário de Funcionamento:
08h as 11h30 - 13h as 17h30
Telefone: (62) 3545-5800 / 3545-5801

educacao@aparecida.go.gov.br
Telefone: (62) 3545-5949

Rua 04 com Rua 05, Qd. JA, Área Pública S/N, Setor Araguaia, CEP: 74981-040

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU EMAIL