Câmara Municipal aprova incorporação de mandados judiciais a vencimento dos professores

Postado em: 15/06/2021

Incorporação dos Mandados Judiciais ao vencimento básico amplia margem do consignado que pratica juros menores

Na manhã desta terça-feira, 15, a Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia levou a plenário e aprovou por unanimidade o Projeto de Lei Municipal (PL) nº 058/2021. De iniciativa do Poder Executivo, a proposta apreciada encerra uma questão demandada pelos professores junto à Secretaria Municipal de Educação (SME), ao incorporar ao vencimento da categoria as diferenças do piso salarial referente aos anos de 2019 e 2020.

Conduzida pelo vice-presidente da Mesa Diretora daquela Casa de Leis, vereador Fábio Ideal, a sessão foi acompanhada por populares e por servidores da Rede Municipal de Educação (RME). Marcaram presença também o secretário da pasta de Educação, professor Divino Gustavo, e o presidente regional do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Goiás (Sintego), professor Valdeci Português.

Durante a sessão, os parlamentares destacaram, entre outras coisas, a importância dos esforços da SME em dar solução às demandas dos servidores. Elogiaram a disposição do titular da pasta de Educação em dialogar com a categoria, relacionamento que, segundo atestam, tem se estendido também às demais secretarias da gestão municipal e aos membros do Poder Legislativo de Aparecida. 

O secretário da Educação, Divino Gustavo (à direita na foto acima), em fala que antecedeu a votação, fez questão de agradecer o apoio que tem obtido por parte do prefeito Gustavo Mendanha para promover as transformações que a pasta necessita e esclareceu aos presentes que a proposta em apreciação nesta terça-feira não tinha como teor o aumento salarial dos professores. A medida, inclusive, infringiria a Lei Federal Complementar 173/2020, que estabelece o congelamento de salário dos servidores públicos até dezembro deste ano. 

“A aprovação do Projeto de Lei 058/2021 vai permitir que os valores que corrigiram o piso salarial nos anos de 2019 e 2020, e que a Prefeitura já vem pagando, mas em forma de Mandado Judicial, sejam incorporados definitivamente no vencimento básico do contracheque dos professores”, frisou o secretário.

O presidente regional do Sintego, professor Valdeci Português (foto acima), também foi convidado à tribuna do Parlamento Municipal e, por sua vez, enalteceu a ocasião falando aos presentes o que, de fato, representa para os professores a incorporação das diferenças do piso salarial. “Neste momento de pandemia todos estão passando por dificuldades, muitos, inclusive, endividados no cartão de crédito, que cobram juros altos. Os valores que estão sendo pagos em forma de Mandado Judicial somam mais de 17 por cento. Assim que forem incorporados ao vencimento, irão aliviar um pouco a situação dos trabalhadores, porque aumentará a margem do empréstimo consignado, que pratica juros bem menores”, pontuou. 

O Projeto de Lei aprovado nesta terça-feira segue agora para o gabinete do prefeito Gustavo Mendanha para ser sancionado e produzir os efeitos nos contracheques dos professores.  

Fonte: Gedeon Campos

Educação entrega material didático sobre ensino da África e cultura africana

Postado em: 10/06/2021

A Secretaria Municipal de Educação (SME) de Aparecida de Goiânia iniciou, nesta quinta-feira, 10, a distribuição de material didático sobre o ensino de História da África e da Cultura Africana. A solenidade de entrega simbólica do material aconteceu às 14h30, na Escola Municipal Serra das Areias, na Vila Delfiori e contou com a presença do secretário da pasta de Educação, Divino Gustavo.

Todo o material didático foi custeado e produzido pela Fundação Palmares, que repassou os kits à Rede Municipal de Educação de Aparecida (RME) em forma de doação. No total, são 1.250 livros que tem como título “O que você sabe sobre a África?” e mais de 3,6 mil revistas Coquetel produzidas pela Editora Ediouro, por encomenda do Ministério da Educação. O livro tem em sua revisão técnica a assinatura do professor José Rivair Macedo, importante historiador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS), autor de diversos livros na área e coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e Africanos.

O kit de material didático é consumível, ou seja,  não precisa ser devolvido, e chegará às mãos dos alunos do 4º e 5º anos das escolas municipais Antônio Alves Neto (Jardim Riviera), Camila Scaliz Figueiredo (Setor Expansul), Serra das Areias (Vila Delfiori), além das EMEIs Monteiro Lobato (Jardim Tiradentes) e Wilsonina de Fátima (Setor Independência Mansões).

De acordo com a Superintendência de Ensino da SME, as escolas que contarão com os kits fazem parte do conjunto de unidades educacionais da RME que têm em seu público estudantes de quilombos urbanos, como no caso da Serra das Areias, que recebe alunos que moram no conjunto quilombola da Vila Delfiori, e da Camila Scaliz, localizada no Expansul, bairro no qual se registra um número significativo de imigrantes haitianos.

Para o coordenador de Igualdade Racial da Prefeitura de Aparecida de Goiânia, André Luiz, a consciência das temáticas das comunidades e população negra se faz necessário para o entendimento da condição do negro dentro da história do Brasil. “A valorização do negro faz parte da evolução do processo histórico do Brasil, é importante que as crianças cresçam com esta consciência”, avaliou. 

Moradora do Vila Romana, Gislene Gabriel Gonçalves, 38, se fez presente na entrega do material para acompanhar  a filha Isadora Gabriel Santos, 10, aluna do 5° ano da escola Serra das Areias. Na ocasião, mãe e filha comentaram sobre a importância das escolas receberem o livro tratando dos povos e cultura africana. “Com o livro vamos aprender mais sobre nossa própria vida, ampliar nosso conhecimento e isso irá nos ajudar a afirmar nossos valores para nós mesmos e para os outros”, comentaram.

O ensino da História da África e da Cultura Africana está previsto na Lei 10.639/03 e, neste sentido, a proposta do material didático é o de disseminar conhecimentos sobre a história e culturas no povo do continente africano e sobre a presença dos povos de cultura afro em diferentes partes do mundo, com abordagem especial sobre os afro-brasileiros. “O livro didático e a revista irão contribuir na promoção da cidadania, debatendo noções de valores e de respeito à diversidade por meio de uma linguagem acessível e lúdica”, concluiu a superintendente de Ensino da SME, Idelma de Oliveira. 

Fonte: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Educação de Aparecida ganha novos ônibus escolares para ampliar frota

Postado em: 07/06/2021

Com os dois novos micro-ônibus, SME passa a contar com 14 veículos e deverá incluir mais de uma centena de novos estudantes no Programa de Transporte Escolar 

A Secretaria Municipal de Educação (SME) de Aparecida de Goiânia ganhou dois novos ônibus escolares para fazer o transporte dos alunos que residem na zona rural do município. A solenidade estava marcada para a parte da tarde desta terça-feira, 08, mas foi antecipada e aconteceu às 7h30 desta manhã de segunda-feira, no pátio aberto do Paço Municipal, na Cidade Administrativa Maguito Vilela. 

As chaves dos novos veículos foram entregues ao prefeito Gustavo Mendanha pelo deputado federal José Nelton que, por meio de Emenda Parlamentar, destinou aproximadamente R$387 mil reais, oriundos do Ministério da Educação, para a aquisição dos micro-ônibus. “O povo quer obras, ações e compromissos com a saúde e com a educação brasileira. Quando destinei essa verba para Aparecida, pensei em dois ônibus inclusivos para nossas crianças. Isso é só o início do meu trabalho nesta cidade. Vamos trabalhar muito mais, com destinação de emendas para atender todas as áreas”, garantiu o deputado.

O prefeito Gustavo Mendanha comemorou a chegada dos novos ônibus escolares e, em nome da população que será contemplada pelo Programa de Transporte Escolar do município, agradeceu o empenho do parlamentar: “É mais um benefício para os estudantes de Aparecida num momento importante em que estamos avaliando a retomada das aulas presenciais”, destacou o prefeito.

Ao centro, superintendente de Ensino da SME, Idelma de Oliveira, comemorando o recebimento das chaves dos micro-ônibus

As chaves dos dois micro-ônibus foram repassadas ao secretário da pasta da Educação, professor Divino Gustavo, que compareceu à solenidade na companhia da superintendente de Ensino da SME, professora Idelma de Oliveira. 

O secretário afirmou que, com a chegada dos novos carros, a Prefeitura de Aparecida deve ampliar significativamente o número de crianças atendidas pelo Programa do Transporte Escolar. Até março de 2020, quando as aulas presenciais foram suspensas em todas as escolas públicas e privadas de Aparecida, a Prefeitura atendia 782 crianças vinculadas ao programa com a quantidade de 12 veículos. Contando agora com 14 unidades, passará de 900 o número de alunos atendidos pelo programa. “É um número considerável de estudantes a ser contemplados com o benefício, que chega, aliás, no momento certo e que já ficará à disposição dos alunos assim que ocorrer o retorno das aulas presenciais”, assegurou o secretário. 

Veículos estão equipados com Plataforma Elevatória Veicular para permitir a acessibilidade de alunos com problemas de locomoção, inclusive no caso de cadeirantes

Os novos ônibus escolares serão destinados, prioritariamente, ao atendimento dos estudantes que moram na região leste do município, que estejam matriculados em escolas públicas e que morem em distância superior a dois quilômetros fora da área urbana, em regiões que não sejam atendidas pelo transporte público convencional. Os veículos recebidos são da fabricante Volkswagen, modelo Neobus Thunder, ano 2021, modelo 2022. Fazem parte da categoria Ônibus Rural Escolar (ORE-1), com capacidade para transportar 29 pessoas sentadas, além do motorista, e contam com Plataforma Elevatória Veicular (PEV), a fim de favorecer o embarque de estudantes portadores de algum tipo de necessidades especiais. 

A solenidade de entrega dos novos micro-ônibus foi acompanhada de perto pelo vice-prefeito Vilmar Mariano. Representando o Poder Legislativo de Aparecida, fizeram-se presentes os vereadores Orlanes Maranhão (DEM), Marcos Miranda (Republicanos), José Filho (PSDB) e Sandro Oliveira (Cidadania). A ocasião foi prestigiada também pelos secretários das pastas de Desenvolvimento Urbano, Max Menezes, do Desenvolvimento Econômico, Marlúcio Pereira, de Ação Integrada, Vanilson Bueno, e de Relações Institucionais, Felipe Cortez.

Fonte: Gedeon Campos

Educação de Aparecida receberá dois novos ônibus escolares

Postado em: 04/06/2021

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia está ampliando sua frota de automóveis que faz o transporte dos alunos da zona rural para as unidades escolares da zona urbana. Na próxima terça-feira, 08, serão repassados à Secretaria Municipal de Educação (SME) dois novos Ônibus Rural Escolar (ORE-1), que serão incorporados à frota atual. A solenidade acontecerá às 16h no pátio do Paço Municipal, na Cidade Administrativa Maguito Vilela, ocasião em que o prefeito Gustavo Mendanha fará a entrega simbólica das chaves ao secretário da pasta de Educação, professor Divino Gustavo.

De acordo com a Superintendência Financeira da SME, os ônibus escolares são da fabricante Volkswagen, modelo Neobus Thunder, ano 2021, modelo 2022, que custaram aos cofres do Ministério da Educação a cifra de 387.264,00. Foram adquiridos por meio de Emenda Parlamentar feita pelo deputado federal José Nelto que, por sua vez, contou com o apoio de seu colega de parlamento, o deputado federal Professor Alcides. 

Segundo o catálogo de informações técnicas do FNDE, os veículos da categoria ORE-1, na qual estão inseridos os dois automóveis recebidos pela Prefeitura, têm capacidade para realizar o transporte de até 29 estudantes sentados. Além disso, foram projetados também para contemplar o quesito acessibilidade da inclusão escolar e contam com Plataforma Elevatória Veicular (PEV), o que favorece, portanto, o eventual embarque de alunos com deficiência e alunos cadeirantes.

Conforme dados da SME, até março de 2020, ocasião em que as atividades presenciais foram suspensas nas escolas e CMEIs, quando professores e alunos tiveram de migrar para o Regime de Aulas Não Presenciais (REANP),  a Prefeitura Municipal atendia  782 alunos com o seu Programa de Transporte Escolar, que possui atualmente 12 veículos disponíveis. Assim que ocorrer o retorno das aulas presenciais, a expectativa é que outros 116 alunos possam ser atendidos pelo programa com a chegada dos dois novos ônibus escolares.  

Serviço

Assunto: Entrega de Veículos do Programa de Transporte Escolar

Data: 08/06/2021.

Horário: 16h.

Local: Pátio do Paço Municipal Cidade Administrativa Maguito Vilela

Fonte: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Em live Gustavo Mendanha fala com crianças da Educação Infantil

Postado em: 02/06/2021

A entrevista com os alunos de um Cmei da cidade faz parte de um projeto educacional

Alunos do Cmei José Vicente de Araújo, que fica localizado no Setor American Park participaram de uma live entrevista com o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha. A ação especial com os aluninhos, que faz parte de um projeto educacional projetado pela professora Lilian Gomes, foi realizada na manhã desta terça-feira, 1º e teve a participação de 70 crianças da educação infantil matriculadas na unidade.

Por meio do projeto “Volta ao mundo em duzentos dias em tempos de pandemia: usando as tecnologias”, que está inserido no Projeto Político Pedagógico da unidade educacional e que tem previsão de ser concluído no final de 2022, as crianças fizeram diversas perguntas ao prefeito. Da forma delas e com ajuda dos pais, elas perguntaram qual a rotina dele como gestor municipal, se fazia o café, se dava muito trabalho governar uma cidade e também como era a rotina com a família, já que ele é prefeito e tinha que cuidar de Aparecida.

O prefeito respondeu a todas as perguntas de forma bem humorada e esclareceu todas as dúvidas dos pequenos. O gestor contou ainda com a ajuda do filho caçula, Emanuel, que passou parte da manhã no gabinete com o pai. Gustavo aproveitou a ocasião para enaltecer o empenho e a atenção dos alunos. “É muito bom saber que as crianças de Aparecida se interessam, mesmo tão pequenos, pelos atos políticos. Isso mostra que crescerão conscientes de suas responsabilidades como cidadão”, disse.

A pequena Júlia Silva Rodrigues, por exemplo, perguntou sobre quais eram as pessoas incumbidas de ajudar o prefeito no exercício de governar a cidade. Algumas crianças, como Heitor e Eduardo, perguntaram como a pessoa podia fazer para chegar ao posto de prefeito da cidade. Uma outra criança contou, por meio de sua mãe, que queria estudar para trabalhar com o prefeito Gustavo quando crescesse.

Gustavo Mendanha explicou que na prefeitura, por conta das agendas constantes, ele tinha uma pessoa que cuidava do café e das demais artibuições, mas que em casa ele sempre faz a parte dele como lavar a louça, fazer o café da manhã aos domingos e também cuidar dos filhos ao lado da esposa, a primeira-dama Mayara Mendanha. O prefeito abordou ainda que possui uma equipe competente de secretários, diretores e servidores que ajudam a governar Aparecida e a levar os benefícios para a população.

O prefeito Gustavo Mendanha fez a live com as crianças do Cmei acompanhado do filho caçula, Emanuel

“Ouvir que uma criança estuda para trabalhar diretamente comigo é gratificante. Mostra que estou no caminho certo como gestor e me dá ainda mais responsabilidade em governar a cidade para que ela tenha mais oportunidades de estudar e crescer dignamente. E espero ter a oportunidade de viver muito para ver todos vocês trabalhando comigo em favor da nossa cidade no futuro”, finalizou. 

De acordo com a coordenadora pedagógica da instituição, professora Lilia Gomes de Oliveira Santos, o intuito do projeto é proporcionar aos alunos conhecimentos básicos relacionados à cultura dos diferentes povos. No mês de maio, por exemplo, aproveitando a data de comemoração pelo aniversário da cidade, o projeto desenvolveu a etapa levando informações sobre o município, o que teria provocado este momento do prefeito com as crianças. “Os participantes ficaram muito empolgados quando o prefeito conversou com eles sobre o seu papel e atribuições da Prefeitura no comando da cidade”, comentou.

O Projeto Volta ao mundo em duzentos dias em tempos de pandemia: usando as tecnologias acontece por meio de viagens realizadas pelos professores que, dos lugares visitados registram informações por meio de fotos, textos e vídeos e promovem lives com os alunos. O projeto já foi executado em Minas Gerais  e Brasília, além da cidade de Aparecida. O encerramento deve acontecer com uma viagem ao continente africano.

Fonte: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Servidores da Educação de Aparecida começaram hoje a ser vacinados

Postado em: 26/05/2021

Vacinação começou pela manhã e contou com a presença massiva de servidores que compareceram para receber a primeira dose de imunização

Os servidores da Rede Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia (RME) que atuam em todos os seguimentos das 115 unidades educacionais, incluindo, no conjunto, escolas de tempo parcial e de tempo integral, CMEIs e entidades filantrópicas conveniadas com o município, começaram a ser imunizados a partir de hoje, quarta-feira, 26, contra a covid-19.

Os profissionais compareceram logo pela manhã nos espaços de vacinação promovendo buzinaços, comemorando eufóricos a chegada da primeira dose das imunizantes e nem reclamaram das filas para o atendimento nos drive-thrus da Cidade Administrativa e do Centro de Especialidades Médicas, que fica localizado na região do Jardim Tiradentes.

As pedagogas Raquel Maranhão e Renata de Oliveira Bezerra Rocha, que trabalham, respectivamente, nas escolas municipais Luiz da Paixão Viana, Setor Village Garavelo, e Cora Coralina, Jardim Florença, compareceram na parte da manhã ao Centro Municipal de Imunização, no Centro Histórico, onde receberam a primeira dose da vacina. Visivelmente animadas, elas falaram de suas expectativas diante da possibilidade de imunização em massa dos servidores da Educação. “Além da sensação de estar imunizada, graças a Deus, vamos poder retornar às aulas presenciais, porque as aulas online estão desgastando os professores e alunos”, confidenciou Raquel. “É uma dose de esperança, porque a vacina salva vidas”, sintetizou, por sua vez, Renata. 

A merendeira Francineide Soares da Rocha, da Escola Municipal de Educação Integral (EMEI) Wilsonina de Fátima, localizada no Setor Independência Mansões, também se fez presente no primeiro dia de imunização dos servidores da Educação e falou de sua emoção diante da possibilidade do retorno das aulas presenciais. “A gente está muito ansiosa para voltar logo, com saudade do serviço, dos companheiros, dos alunos”, assegurou.

Quem também compareceu ao Centro Municipal de Imunização neste primeiro dia de campanha foi o secretário da pasta de Educação, professor Divino Gustavo (foto acima). Na oportunidade, o secretário falou da importância da ação que, segundo o seu entendimento, traduz bem os esforços do Comitê de Enfrentamento da Covid-19 de Aparecida e da Secretaria de Saúde do Município, além do empenho pessoal do prefeito Gustavo Mendanha. “A vacinação traz para nós, servidores da Secretaria de Educação, uma dose de esperança e uma grande expectativa de podermos retornar às aulas no modelo presencial, porque sabemos que, apesar de todos os esforços dos nossos profissionais, que vêm se desdobrando para levar o ensino aos seus alunos, a figura do professor junto aos seus alunos é indispensável para o bom andamento da formação escolar”, concluiu.   

Locais de vacinação

A campanha de vacinação continua nos próximos dias e deve alcançar os quase cinco mil servidores da RME, independente dos cargos nos quais estejam lotados. O atendimento nos drive-thrus da Cidade Administrativa e do Centro de Especialidades Médicas, localizado na região do Jardim Tiradentes, ocorre entre 08h e 18h, sem a necessidade de agendamento prévio.

Já no caso das Unidades Básicas de Saúde e do Centro Municipal de Imunização, que fica localizado no Centro Histórico, a vacinação ocorre por meio de agendamento, que pode ser efetivado acessando o site da Prefeitura, no endereço eletrônico www.aparecida.go.gov.br ou por meio do aplicativo Saúde Aparecida, que pode ser baixado no Google Play ou no Play Store do aparelho celular. Na hora da vacinação, o servidor precisa apresentar documento pessoal com foto, incluindo identidade e CPF, ou o cartão SUS, além do comprovante de endereço e do contracheque, para fins de comprovação da situação profissional.

Fonte: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Prefeitura entrega certificação a alunos dos cursos de Informática

Postado em: 24/05/2021

Durante solenidade que aconteceu presencial e virtualmente, foram certificados 40 alunos que iniciaram as aulas ano passado e teve calendário alterado por causa da pandemia

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia realizou na manhã desta segunda-feira, 24, a cerimônia de certificação dos alunos dos cursos de Informática Básica e Avançada oferecidos pelo Centro Municipal de Educação Profissional (CMEP), que está localizado na Vila Brasília e pertence à Secretaria Municipal de Educação (SME). A solenidade aconteceu de maneira híbrida, presencial e virtualmente. No modo presencial, o prefeito Gustavo Mendanha e o secretário de Educação Divino Gustavo, destaques entre as demais autoridades, conferiram os certificados a dez alunos que foram convidados para representar a turma de formandos. Já os demais cursistas e familiares, por conta do momento de pandemia e das regras de distanciamento social, participaram da cerimônia por meio de interação virtual.

O prefeito Gustavo Mendanha parabenizou os cursistas pela formação e destacou a importância desse tipo de ação promovida pela Prefeitura por meio da SME e do CMEP, tendo como alvo a melhoria da qualificação da mão de obra e a oportunidade de uma melhor colocação nos postos de trabalho. “A Prefeitura tem trabalhado bastante para tornar a cidade empreendedora, buscando incentivos e diálogo amplo. Hoje é, de fato, um dia importante, pois estamos disponibilizando mais pessoas qualificadas para o mercado de trabalho”, enfatizou.  

O secretário de Educação Divino Gustavo, por sua vez, ao falar sobre o que representa o momento de certificação para a SME, lembrou que o curso foi realizado num dos momentos mais críticos da história do país, quando a população enfrenta a pior crise sanitária e também a pior crise na área do emprego e renda. “É uma satisfação poder oferecer um curso que qualifica as pessoas para o trabalho, que amplia o leque de oportunidades. Sabemos das dificuldades enfrentadas pela população neste momento e é para levar um pouco mais de esperança que, sob a orientação do nosso prefeito Gustavo Mendanha, estamos finalizando mais um processo de formação técnica na área de tecnologia”, enalteceu o secretário.

De acordo com a diretora do CMEP, Mônica Pereira do Nascimento, 40 pessoas de diferentes faixas etárias concluíram o curso, que  foi iniciado no primeiro semestre do ano passado para ter duração de dois meses, mas que teve de alterar seu calendário por conta da crise de pandemia, o que obrigou parte do curso a acontecer de forma remota. “Este evento de certificação neste momento representa a superação, tanto por parte dos cursistas que tiveram a coragem de seguir em frente na sua formação, mesmo diante das dificuldades enfrentadas, como também por parte do CMEP, que precisou promover adaptações por conta do período de distanciamento social”, explicou a coordenadora.

Estudante de Pedagogia, Maria de Fátima da Conceição Souza (foto acima), moradora do Independência Mansões, comenta que enfrentava dificuldades no acompanhamento do curso por não ter domínio algum na área de informática, uma exigência na hora de fazer os trabalhos das disciplinas. Ela explica que o curso oferecido pela Prefeitura por meio da Secretaria de Educação e CMEP teria sido de suma importância para ela, oportunizando-lhe a independência e a economia financeira, já que, antes, segundo afirma, era obrigada dispor de recursos para pagar alguém, sempre que precisava apresentar algum trabalho nas disciplinas do curso da faculdade. “Eu me sentia uma analfabeta digital, tinha até medo do teclado, medo da tela do computador e de fazer alguma coisa errada, coisa que hoje em dia já superei”, assegura. 

A cerimônia de certificação contou com a presença do deputado federal, Professor Alcides, do vice-prefeito Vilmar Mariano, dos vereadores Marcos Miranda e Orlanes Maranhão, membros da Comissão da Educação na Câmara Municipal, e dos secretários municipais Max Menezes (Desenvolvimento Urbano) e Cláudio Éverson (Meio Ambiente e Sustentabilidade).

Fonte: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

O que está acontecendo na Educação Infantil de Aparecida

Postado em: 21/05/2021

Desde meados de março de 2020, quando a pandemia pelo coronavírus forçou os órgãos de saúde a estabelecer regras rígidas de distanciamento social que determinou, entre outras coisas, o fechamento das escolas para a realização de atividades presenciais, os professores da Rede Municipal de Educação (RME) de Aparecida de Goiânia vêm prestando o atendimento pedagógico aos alunos da Educação Infantil até o nono ano do Ensino Fundamental servindo-se exclusivamente dos meios digitais. 

As aulas remotas, via de regra, acontecem com o uso de aplicativos de reunião virtual e as orientações geralmente são repassadas para alunos e familiares nos grupos de relacionamento social, como Whatsapp e Facebook. Mais recentemente, a RME passou a contar também com o Módulo AVAP, ferramenta de repositório de atividades que foi inserida na plataforma Gemul.

Mesmo no cenário de dificuldades naturalmente promovido pelo distanciamento social, as escolas vêm cumprindo o calendário letivo e executando as atividades propostas previamente no Projeto Político Pedagógico (PPP). 

No CMEI Deusdete Lêdo, localizado no Jardim Bonança, as professoras que atuam nas turmas da Educação Infantil, desde o início do ano letivo, vem realizando o projeto “A criança e o distanciamento social: como a natureza pode contribuir?”. 

De acordo com o coordenador pedagógico da instituição, Clemerson Ramos, o objetivo é estimular a criatividade e desenvolver o potencial cognitivo das crianças, a partir do contato e do manuseio de coisas  encontradas na própria natureza. “As ações do projeto envolvem todos os agrupamentos e estão pautadas na perspectiva de colocar as crianças em pleno contato com a natureza na casa, no quintal, nas praças e jardins”, explicou.

No projeto, o ponto de partida das atividades é a literatura, incluindo contação de histórias, com o propósito de ampliar o repertório cultural das crianças que, por sua vez, recebem toda a orientação necessária da parte das professoras por meio remoto. Numa das atividades do projeto, por exemplo, as crianças foram orientadas a recorrer à imaginação para elaborar uma espécie de miniatura de porco espinho, utilizando como recursos palitos de dente e uma batata inglesa. Todo o passo a passo da tarefa é acompanhado de perto pelos pais, a fim de evitar eventuais acidentes.  

Já no CMEI José Vicente de Araújo, Setor American Park, esta semana aconteceu uma das etapas do projeto “Volta ao mundo em 200 dias em tempos de pandemia: usando as tecnologias”.  A temática desta etapa do projeto, que aproveitou as comemorações ao aniversário da cidade, foi “Aparecida de Goiânia, conhecendo meu bairro, minha cidade e nossa cultura”. Durante as aulas, as crianças tiveram a oportunidade de conhecer as diversidades étnico, regional e cultural presentes na formação demográfica do município. 

Conforme explica a coordenadora pedagógica Lilia Gomes de Oliveira, as ações foram importantes para que os alunos pudessem conhecer alguns lugares do município. As crianças produziram ilustrações e vídeos para apresentar nas aulas remotas.

Fonte: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Secretaria de Cultura divulga resultado da primeira etapa de Festival de Fantoche

Publicado em: 20/05/2021

Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME), a Secretaria Municipal de Cultura de (SECULT) está realizando o 1º Festival de Teatro de Fantoche entre as Escolas Municipais de Educação Integral (EMEI) de Aparecida de Goiânia. O concurso, que foi idealizado e organizado pelos professores de Artes Cênicas da Rede Municipal de Educação (RME), Urânia Lima, Roger Thomas e Lorena Pontes, faz parte das comemorações de aniversário da cidade e já se encontra na sua fase final. 

Desenvolvido em duas etapas de apreciação, a Secult divulgou nesta quarta-feira, 19, o resultado da primeira apuração com a soma dos votos da categoria Júri Popular. A votação aconteceu por meio da internet e registrou quase 162 mil participações do público. O primeiro lugar na categoria foi para Taila Cristina, aluna do 3º ano da EMEI Wilsonina de Fátima, escola que fica no Setor Independência Mansões. A estudante ganhou como prêmio uma bicicleta por sua vitória nesta etapa do concurso em que recebeu mais de 31 mil votos. 

A segunda colocação, com mais de 26 mil votos, ficou com Cecília Duarte, que estuda no 4º ano na EMEI Vinovita Guimarães, Setor Agenor Modesto. Já o aluno Vitor Hugo, que cursa o 5º ano na EMEI Retiro do Bosque, localizado no setor de mesmo nome, recebeu quase 25 mil votos e ficou, portanto, na terceira posição.

O concurso segue agora para sua etapa final, fase em que contará com a apreciação do voto oriundo do Júri Técnico. Nesta etapa, os participantes continuam concorrendo a mais premiações, a serem distribuídas entre as três melhores colocações. Além da premiação de mais uma bicicleta  para a primeira posição, o segundo e o terceiro lugar também serão premiados com um tablet que será entregue para cada um dos concorrentes. 

De acordo com o superintendente de Cultura da Secult, Weyder Moreira, o 1º Festival de Teatro de Fantoches está sendo realizado apenas entre as EMEIs, porque essas unidades de ensino possuem profissionais especializados na área do teatro. Segundo explica, todos os espetáculos elaborados pelas crianças são avaliados segundo critérios específicos, tais como enredo, criação, produção de cenário e de fantoches, manipulação dos bonecos, projeção de voz e sonoplastia. *“Acreditamos na importância das manifestações artísticas e, sobretudo, sabemos que, mesmo em momentos de pandemia e de isolamento social, é preciso estimular a prática artística na escola como forma de estimular a criatividade, a autonomia, e  de promover momentos de entretenimento para as crianças e para a população de maneira em geral, já que foram produzidos vídeos que passaram a circular na internet”*, explicou.

Fonte: Gedeon Campos

Educação de Aparecida comemora o Dia do Pedagogo

Postado em: 19/05/2021

No próximo dia 20, quinta-feira, a Secretaria Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia (SME) realizará uma live em comemoração ao Dia Nacional do Pedagogo.  O evento será iniciado às 19h  com transmissão em tempo real pelo canal do YouTube, na página Educação de Aparecida. 

A comemoração terá como atração principal a apresentação de professores e alunos do curso de música da Escola Municipal de Artes, sob a batuta do maestro Francinaldo Rodrigues. “Estamos preparando uma noite especial com apresentações que irão emocionar os homenageados, para lembrar a importância desses profissionais na vida da sociedade”, adiantou.

Na opinião do secretário de Educação, professor Divino Gustavo, o Dia do Pedagogo é uma data significativa que dá ênfase à figura dos profissionais de Educação. “Num momento de pandemia como o que o mundo está vivendo, a sociedade se dá conta da relevância da figura do professor, não somente em sala de aula, mas também na criação de um mundo melhor”, comentou.

A superintendente de Ensino da SME, professora Idelma Oliveira, destacou que a realização do evento é de suma importância, porque simboliza o reconhecimento e o prestígio desses profissionais. “É uma merecida homenagem aos pedagogos, profissionais que estão no início da formação escolar das nossas crianças, uma etapa importantíssima para o desenvolvimento cognitivo e para a construção social dos sujeitos”, concluiu.

A data foi instituída em 2015 por meio da Lei Federal de nº 13.083 com o objetivo de promover maior reconhecimento e valorização ao trabalho desses profissionais.

Serviços:

Evento: Comemoração ao Dia Nacional do Pedagogo

Data: 20/05/2021

Horário: a partir das 19h

Local: YouTube (https://www.youtube.com/channel/UCOYugPgEi74EzPlopo9lSDA

Fonte: Gedeon Campos e Juliana Fulquim

Rua Gervásio Pinheiro, APM Residencial Solar Central Park
CEP: 74.968-500
Horário de Funcionamento:
08h as 11h30 - 13h as 17h30
Telefone: (62) 3545-5800 / 3545-5801

educacao@aparecida.go.gov.br
Telefone: (62) 3545-5949

Rua 04 com Rua 05, Qd. JA, Área Pública S/N, Setor Araguaia, CEP: 74981-040

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU EMAIL